Hey, psiu! Nossa página no facebook mudou, clique aqui para curtir a nova.

Fergie concede entrevista à People e revela nome completo de mais uma música



Fergie concedeu hoje (01) nova entrevista ao site da revista People, onde destacou  que M.I.L.F. $ representa, detalhes de seu retorno e revelou o nome completo de mais uma música que estará presente no Double Dutchess, que sai em Janeiro.

Confira a seguir os principais pontos da entrevista

O vídeo "M.I.L.F. $" foi um sucesso instantâneo. Como você se sentiu reunindo um esquadrão de mães - como Kim Kardashian e Chrissy Teigen - autorizando as mamães a libertarem sua sensualidade?

Era um sentimento que eu tive por um longo tempo. Eu estava trabalhando nisto antes de eu ficar grávida, e então, quando fiquei grávida, na verdade, com a amamentação, todos esses trocadilhos começaram a vir na minha cabeça: É por isso que você vê todos os sinais e todos esses detalhes no clipe. Quero dizer, você não poderia imaginar trocadilhos do que o vídeo já tem. Essas ideias marinaram por um longo tempo na minha cabeça, então foi um momento realmente especial e era um tipo de coisa agradável para todas essas mulheres a se unirem: era uma espécie de libertação.


"Life Goes On" foi uma resposta perfeita para esta loucura pós-eleição?

Foi estranho tudo que houve e me senti com o sentimento certo, na hora certa. O universo funciona de maneiras realmente estranhas. Eu sentia como se o mundo precisasse de uma cura, precisasse de uma conversa de vitalidade, e essa música foi uma espécie de conversa estimulante para mim mesma - de mim mesma, para mim, uma espécie de conversa no espelho. Realmente, quando você ouvir a música com fones de ouvido, o alto-falante esquerdo é a voz sub-consciente, por isso, se você ouvir todo o alto-falante esquerdo, são todas as respostas. Eu só queria fazer algo completamente oposto de "M.I.L.F. $", descascar minhas camadas e mostrar o meu lado vulnerável, porque há tanta vulnerabilidade no meu álbum... Eu só queria que as pessoas soubessem que não é apenas mais uma coisa.


O que podemos esperar do seu próximo álbum - seu primeiro desde 2006, desde  The Dutchess  - que você disse se chamar  Double Dutchess ?

É tudo sobre tudo! Se não fosse, isso não seria fiel a quem eu sou: Esse é o meu gosto musical. Por assunto, eu simplesmente não tenho só uma coisa a dizer. Eu tive muitas experiências de vida desde o meu último álbum; É o tempo e lugar para me explodir emocionalmente - porque seria como, "É meio que a Fergie mergulhando em sua profundeza. Eu tenho um monte de coisas para dizer, e eu escrevo em meus diários - eu sou da "oldschool".


Você disse que o álbum vai ser muito autobiográfico. Como sua perspectiva mudou nos últimos 10 anos, entre se tornar uma esposa e uma mãe?

Há tanta coisa - há tantos assuntos diferentes. Há também hip-hop, pop, dance, tropical - Eu acho que eles estão chamando de "trop-hop" - e algumas coisas mais modernas que eu misturei com algum retrocesso, alguns retro, porque eu gosto de fazer isso. Então, realmente é uma reunião de 10 anos para The Dutchess , mas não tentando ser The Dutchess : Ele só está em todo o lugar, porque isso é quem eu sou. "Life Goes On" é a ponta do iceberg.


Houve alguma música que foi particularmente difícil gravar no estúdio?

Há uma chamada "Love Is Pain" que é extremamente emocional, que eu fiz com Toby Gad, bem como, que eu fiz "Big Girls Don't Cry" e "Life Goes On". E eu tenho outra com ele chamada "Save It ‘Til Morning.".

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.